Quando você entra numa loja, segurar um produto nas mãos podendo manusear te faz sentir mais vontade de comprá-lo. Só que numa loja virtual, isso não é possível. Daí porque a descrição do produto (e as fotos) são ainda mais importantes e devem ser muito bem pensadas.

  1. É aqui que você coloca a descrição do seu produto na minestore. Bonito, né? Tá ligado nessa barra azul? É o nosso editor de formatação, e permite que você destaque partes do texto e deixe tudo mais empolgante :)

Na descrição do seu produto, algumas dicas podem te ajudar bastante:

  • Evite aquelas expressões do tipo “Aham, tá bom” – aquelas bem batidas que todo mundo usa, como “alta qualidade”, “design inovador” etc., e que as pessoas leem e pensam “Aham, tá bom”.
  • Foque no seu comprador ideal. Como ele fala? Que expressões e linguagem usa? Você pode usar essas mesmas expressões e adaptar sua linguagem para falar diretamente a ele.
  • Antes de comprarem um produto, as pessoas compram as experiências que elas terão com aquele produto. Por isso, é importante que você não tenha um o que, mas um porquê norteando seu negócio (aliás, você já viu essa palestra? é incrível!). E a descrição também deve focar no porquê.
  • Então, use muitos verbos – destacando o que o produto faz ou o que você pode fazer com o produto – e adjetivos que façam referência a sensações – como “quentinho”, “crocante” e coisas que as pessoas leem e conseguem visualizar (ou sentir) na hora. Para descrever como as pessoas vão utilizar esse produto (e, consequentemente, por que elas precisam dele), rola até inventar uma historinha.
  • Você pode usar superlativos (mas não muito, pra não parecer irônico) e é legal colocar as características em itens, que fiquem mais scannable (fáceis de ler ‘por cima’). Além disso, adjetivos funcionam bem em frases picadas – isso os torna Legíveis. Impactantes. Sensacionais. Propagandísticos.
Encontrou sua resposta?